Interlúdio

Ir em baixo

Interlúdio

Mensagem por Narrador HDH em Qui Jul 09 2009, 15:30

"Uma explosão ocorreu na noite de hoje, em Chicago."

As cenas na televisão cortam para onde antes costumava estar a igreja e, agora, apenas um monte de madeira queimada. Uma bela repórter, com um generoso decote, olhava para a camera e descrevia a cena em que via.

"Ao que parece, um carro perdeu o controle e capotou dentro da igreja, incendiando tudo. No entanto, a igreja estava vazia no momento do acidente e não houveram casualidades. Estamos aqui com o Padre Randall. Padre, o que o senhor tem a dizer após este ocorrido?"

E Randall respondia.

"Foi um desastre... um desastre... mas, com a ajuda de Deus, nós vamos conseguir reconstruir a casa Dele. Felizmente não houveram casualidades."

"Graças a deus, padre"

E a imagem retorna para a âncora de TV.

"E agora voltamos com as notícias do esporte. O Celtics venceu hoje..."

__________________________________________________________________________

- Nós vamos para a casa do Eddie, Santo.

O homem de boné era quem falava. Luca conhecia aquele tipo. Seu jeito, seu olhar. Era o tipo de cara que descarregaria a arma na cabeça de alguém sem pensar uma única vez a mais da necessária. O homem ao seu lado, por sua vez, silencioso, olhar sereno, quase opaco, e que mantinha a mulher de rosto desfigurado imobilizada, era o oposto. Parecia incapaz de agir, apenas de reagir. Não falava nada e apenas mantinha o olhar baixo.

Eddie era o cara que tinha a casa para onde se ia quando a coisa complicava. Em um lugar ermo e com pouca vigilância, sua casa, na verdade um balcão, era o lugar ideal.

C.J., o homem que demonstrava toda a calma e resistência que apenas um santo poderia demonstrar, olhava para Aallya e o outro, de boné, notou.

- Ela está mal?

C.J. fez uma expressão de incerteza e acabou por não responder a pergunta de seu companheiro. Apenas manteve-se em silêncio, com a cabeça baixa e a voz sussurrando baixinho uma oração. O som que escapava pelos seus lábios trazia silêncio a todos ali no furgão, bem como uma estranha sensação de paz, quase como se fosse um anestésico.

Assim permaneceu, durante a viagem que o Santo conduziu, com maestria, até o refúgio de Eddie, velho conhecido seu. Lhe devia dinheiro, mas era um safado em quem se poderia confiar.

Foram recebidos e abrigados na casa de Eddie, ao menos até o dia seguinte.

O velho balcão, uma antiga fábrica de papel, era espaçoso, apesar de vazio e um tanto escuro. Mais do que o suficiente para abrigar a todos eles. (A chegada no lugar fica a cargo de vocês. O ponto é que os personagens dormirão lá nesta noite)
__________________________________________________________________________

Camille, Adan, Natalie e Bernardo retornaram para suas casas (ou não, os afazeres noturnos ficam a seu cargo) sem mais qualquer tipo de imprevisto pelo restante da noite.
__________________________________________________________________________
A noite veio, para todos. Mas ninguém pôde realmente dormir, pois uma vela havia sido acesa na escuridão e, partir daquele momento, nenhum deles poderia sossegar enquanto soubessem das coisas que rastejavam na escuridão. Poderiam fechar os olhos e fingir que não há nada... mas os sons, a serpete chamada medo que rastejava em seus corações, não mais poderia ser contida.
__________________________________________________________________________

- É como um vírus.

Aallya, Juvich, C.J., Luca e o homem de boné estavam sentados à enorme mesa de madeira que ele tinha em um dos antigos escritórios do galpão. Eddie estava de pé, cozinhava uma macarronada para servir a todos.

- A Vigília.

__________________________________________________________________________

- Joseph!

Ele estava, mais uma vez, sonhando acordado. Algo o incomodava desde a noite passada quando foi abordado por um homem estranho que lhe mencionou algo sobre a "Caçada".

"Eu sei que você vê coisas que ninguém vê e é por isso que precisamos de você para nos ajudar na nossa caçada... você não quer descobrir quem são os monstros que margeiam a nossa sociedade?"

- JOSEPH!

"Na periferia... nos encontre lá e você vai descobrir as coisas que ninguém mais vê"

- Mas que droga, ele não me ouve...

__________________________________________________________________________

E-mail recebido. . . . . .

Olah Shadow...
Precisamos da sua ajuda... vc sabe ainda naum compreendemos como vc conseguiu escapar daquela confusaum da ultima semana, mas o fato eh q vc o fez... portanto, acho q isso faz de vc alguem capaz...
Alguns amigos requisitaram a nossa ajuda... e como naum somos loucos de aparecer pessoalmente, decidimos mandar vc.... pagaremos bem.... os termos do contrato saum os mesmos do anterior.... talvez queira um pouco mais de informação...

Encontre-os na casa de um tal do Eddie... o idiota acha q esta escondido... procure por um outro idiota que chamam de G.H... e diga que eu lhe enviei.... eles precisam de musculos... mas vai ser bom ter um pouco de cerebro...

Tenha cuidado.

Deepthroat

__________________________________________________________________________

- Ela está amarrada, no andar de cima. Está na hora de termos uma conversinha com ela. C.J., chame os nossos amigos. Subam quando os outros chegarem. Inclusive você, Santo, vai querer ver aquilo... talvez tenha a ver com o seu probleminha. Álias... teremos respostas para todos.

E o homem de boné deu as costas, subindo as escadas.

__________________________________________________________________________

Camille, Natalie, Bernardo e Adan. Cada um receberia, também, um chamado. O telefone tocava e com uma voz monótona dizia um endereço e, em seguida, "Tragam o taxista".

Poderia, é claro, ser uma emboscada, poderia, até mesmo, ser alguém por trás de tudo orquestrando um movimento contra eles, afinal, sabe-se lá de quem haviam chamado a atenção. De qualquer forma, se ainda desejassem ter um melhor conhecimento do que estava acontecendo, sabiam que precisariam ir até o lugar, um endereço distante, longe do centro da cidade.
avatar
Narrador HDH
Narrador
Narrador

Mensagens : 30
Data de inscrição : 07/07/2009

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum