Criação de Personagens

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Criação de Personagens

Mensagem por 25Slash7 em Seg Nov 23 2015, 13:37

Aqueles que objetivarem participar, deverão preencher a ficha abaixo e postá-la neste tópico para aprovação.

Copie e cole o código abaixo e preencha as informações.

Os personagens poderão ser:

Humanos Heróicos

Todos deverão se encaixar em algum dos Arquétipos abaixo demonstrados (mesmo que não seja exato, o que mais se aproxime do personagem).


As Intimacies são coisas, sentimentos, pessoas, etc, que o personagem considera importante. Cada um poderá começar com 05 intimacies positivas e 03 negativas (ou o inverso). Para cada intimacie, o jogador deverá colocar um momento histórico do personagem (indicando a idade que ele tinha na época) que se relaciona a aquela intimacy (pode ser uma descrição de uma linha, exemplo: (-) Violência (Aversão - Quando tinha 06 anos, apanhou do pai)


Código:
[b]Nome[/b]:

[b]Título/Apelido[/b]:

[b]Motivação[/b]:

[b]Intimacies[/b]:



[b][color=green]Casta[/color][/b]: (colocar a SUGESTÃO do jogador para Exaltação)

[b][color=green]Anima[/color][/b]: (será preenchido posteriormente)


[b]Equipamentos Possuídos[/b]:

[b]Equipamentos carregados[/b]:



[b]Peculiaridades[/b]:

[b]Familiares/Contatos[/b]:

[b]Mestre/Tutor[/b]:

[b]Inimigos/Rivais[/b]:



[table][tr][td][img]LINK DA IMAGEM[/img] [/td][td][b]Descrição[/b]:

[b]Vestuário[/b]:

[b]Profissão[/b]:

[b]Gosta de[/b]:

[b]Não Gosta de[/b]:
[/td][/tr][/table]

[b]Personalidade[/b]:

[b]Falha de Caráter/Tragédia/Loucura/Fraqueza[/b]:

[b]Mote[/b]:



[b][size=18]Descrição dos Equipamentos[/size][/b]:

[hr]
[b][size=18]História/Momentos Histórico[/size]s[/b]:

25Slash7
Administrador
Administrador

Zodíaco : Peixes

Mensagens : 692
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 31

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criação de Personagens

Mensagem por Beholder em Seg Nov 23 2015, 21:21

Nome: Sengann

Título/Apelido: O Mercenário

Motivação: Dinheiro e poder

Intimacies:



Casta: (colocar a SUGESTÃO do jogador para Exaltação)

Anima: (será preenchido posteriormente)


Equipamentos Possuídos: Armas diversas, entre elas: Machado de duas mãos, espada larga, lança longa, machadinhas de arremesso. Cinturão em forma de cabeça de javali. Escudo ovalado grande.

Peculiaridades: Se adpta com qualquer arma ou algo que possa ser usado como uma arma.

Familiares/Contatos: Antigos colegas de grupo mercenário.

Mestre/Tutor:

Inimigos/Rivais:





Vestuário:Roupas rusticas de algodão ou couro. Kilt e botas. Acessórios diversos.

Profissão: Mercenário\Caçador de Recompensas

Gosta de:Luxuria, vícios e dinheiro

Não Gosta de: Burocracia e formalidades

Personalidade: Falastrão e folgado

Falha de Caráter/Tragédia/Loucura/Fraqueza: Avarento e sempre em busca de mais poder não mede quem ele passa por cima.

Mote: “Depois de te matar tomarei uma cerveja e assim que secar meu copo nem lembrarei mais de você.”



Descrição dos Equipamentos: Seus equipamentos são ordinários, exceto seu cinturão, que é um bem de família.



História/Momentos Históricos:

Beholder
Usuário
Usuário

Zodíaco : Touro

Mensagens : 98
Data de inscrição : 06/07/2009
Idade : 30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criação de Personagens

Mensagem por Shen666 em Qui Nov 26 2015, 10:36

Nome: Ikelus

Título/Apelido: -

Motivação: Descobrir a realidade e encontrar o Inominável.

Intimacies:
[+] Família (Devemos proteger e ajudar uns aos outros, independente da distância ou do tempo - somos tudo que temos e tudo que importa - criaturas ligadas por uma história perpétua)
[+] Fortaleza (O fim já começou - talvez já tenha acontecido - darei tudo que tenho nesse tesouro de tempo que me resta)
[-] Vertigem (A luta contra a escuridão é constante, mas essa é uma batalha que não posso vencer para sempre)
[-] Visões (A imagem distorcida entre o real e o não real - agora... qual é qual?)
[-] Vínculo (Carrego um mal que não enxergo, carrego a dor do esquecimento)


Casta:

Anima:


Equipamentos Possuídos: Livros, equipamentos de primeiros socorros, martelo.

Equipamentos carregados: Um livro, o martelo.



Peculiaridades: Não dorme.

Familiares/Contatos: Fraus

Mestre/Tutor: Fraus

Inimigos/Rivais: -





Descrição:

Vestuário: Armadura com alguns espinhos parcialmente coberta por um manto.

Profissão: Clérigo do Santuário Phobetor.

Gosta de:

Não Gosta de:
[/td][/tr][/table]

Personalidade: Calmo.

Falha de Caráter/Tragédia/Loucura/Fraqueza:

Mote: "(...) olhos que se abrem para dentro, esses que usamos para ver os sonhos. Ou a realidade."



Descrição dos Equipamentos:



História/Momentos Históricos:

- Ikelus... corra!

Mas o que é realidade?

- Quando sentires.

Não havia espaço. Mas tudo era espaço. Caminhei entre o nada e o vazio apenas para desencontrar o que em vida encontrava. O vazio daqui me abraça mais do que o de lá. Poderia explicar como o vazio de um não é nada como o do outro, mas como explicar o que só cabe aos sentidos sentir? Não posso. Não quero.

A Senhora, a último delas, me guiava pelos caminhos que jamais poderia perseguir. Ela aceitava, entendia. O que imaginei ser conhecimento antigo, se fazia apenas em fé e olhos intuitivos.

Até então, não me compete tal habilidade. Ou assim acreditei. E assim aliviei minha consciência.

Seus passos etéreos inclinavam para cantos que não poderia enxergar sozinho. Sua longa veste me indicava o que seguir e pelo vazio do espaço, alcançamos o próximo.

No cemitério, mostrou covas dos nossos antigos, de todos até os outros e os seguintes e os antes deles, até finalmente a grande e última lápide d'Ela. Seu significado também me é mistério. Vamos por ali. Seguiremos por outro caminho. Não vamos tocar nesse assunto agora. Nem nesta terra.

Após as lápides, navegamos pelos mares. A tempestade refletia sua voz ao meu redor. Naquele horizonte monocromático, a majestosa e horrível criatura caminhava com passos vagarosos e, se me permitir essa gota de inocência, paciência. Disse-me para não temer, me apegar à resiliência e manter a vigília mesmo desse lado.

Qual lado?

As escadas desciam em blocos flutuantes cobertos de fissuras e feixes de luz. Lanternas de cores inexistentes iluminavam o caminho inteiro como uma procissão ancestral que continuará além do meu tempo.

Encarando-nos, a criatura aproximou sua gigantesca cabeça na velocidade que senti levar anos para nos alcançar, mas em menos de segundo seus olhos já me cobriam.

- Serás aquele, aquele serás tu.

Meu coração batia incompreendido do que acontecera. Minha razão não contemplava o horror nem a coragem, meu batimento encontrava o vazio de fora pelo caminho de dentro e no sentido sem, fui tomado pelas mãos do titã. Sem reagir, me deixei ser engolido e nosso vazio, então unidos, crescera.

- Não...

D'Ela pude ouvir um grito. Não era para ser assim. Ou assim ela não prevera. Mas a lápide. Mas os sinais. A marcha. Tudo indicava a desgraça prestes, um futuro esquecido.

Ao desacordar, o ser sem controle e sem campeão destruíra tudo que fora construído, cuidado, sonhado. Não havia por quem pedir, não cabia a ninguém sobreviver. Na última oração, seus olhos fulminantes desejaram me engolir de novo e de novo e de novo. Mas corri. Ela me disse para correr. Corri.

Talvez tenha sido só mais um sonho. Um desses que não significa nada. Um desses que antes de encostar os olhos ao céus, você já não se lembra mais. De nada. Do vazio.

Não lembro. Não durmo. Não mais.

---

Encontrei esse refúgio. Não posso apontar quando ou como. Se olhar para trás, aqui é tudo que vivi desde o começo. Tudo que considero minhas primeiras lembranças está nessas paredes.

Alguns frequentam diariamente, mas, ao todo, somos em onze. Ajudamos aqueles que precisam de comida, forças ou algo para acreditar. Muitos precisam da fé que não encontram em outro lugar além deles mesmos, e outros naqueles lugares que não são permitidos pronunciar por paradigmas imperiais.

Não me compete julgar. Ou assim acreditei. E assim aliviei minha consciência.

Viajantes e moradores são livres para buscar o que precisam. São livres nesse pequeno santuário, são livres dentro do que livre pode significar. É pequeno, mas tolerante.

Fraus é o líder. Ele me iniciou e me ajudou a entender o que vivo. Acha que não me resta muito dentro da condição que me amaldiçoa. Ensinou parte do que vivo e parte do que não. E, no todo, de tempos em tempos desabo em ilusões.

- Quando sentires.

Temo o que isso implica. O medo prega mais do que peças. Parece desmembrar por pedaços.

Ele diz também que essas criaturas que enxergo nas pessoas não existem, que faz parte do que vivo e não devo me preocupar - tentáculos se projetam por orelhas disformes, chifres serrilhados serpenteiam de costas purulentas, rostos infinitos como um feixe de luz na escuridão.

Minha consciência não escapa disso. Nada alivia. É a minha constante.

Mas o que é realidade?

Qual, não o que.

Há tantas verdades. Cada pessoa caminha a sua. Cada universo carrega o seu. Busquei em pedaços pelo caminho que fiz, no entanto não posso dizer que a conheço, muito menos se está próxima. Parece obsoleto esse pensamento, essa necessidade de encontrar ou acreditar. E por realmente ser, preciso encontrar a minha. A razão nada rege e não existe, então siga pela fé e intuição. Ele disse que esse seria seu último ensinamento. Não o entendo. Mas agora os sonhos caminham e algo desperta. Sinto, não racionalizo.

Esses anos todos passaram e apenas esperei. Nada além. Parece uma preparação paciente do que imagino que pode chegar assim que estes olhos tocarem o lado Daquilo, se me permitir esquecer por um segundo, se esquecer de prestar atenção no vazio. Mas Ele me encontra. Sempre encontra. Seus olhos me devoram. Não. Não agora. Ou talvez já o tenha. Não posso constatar. Não sei dizer. Mal sentir... Sinto que vamos nos encontrar. Sinto que preciso descobrir. É o que tenho em mente. O que busco.

É o que sonho.

Olho para o céu da manhã.

Já não lembro mais.

Shen666
Usuário
Usuário

Zodíaco : Leão

Mensagens : 203
Data de inscrição : 08/07/2009
Idade : 28

Sheet
DV/MDV:
Health Levels:
Acc/SoakL/Ess/EssP:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criação de Personagens

Mensagem por Valkyrja em Dom Nov 29 2015, 17:51

Responder com citação

Re: Criação de Personagens

Mensagem por 25Slash7 em Seg Nov 23, 2015 10:38 am
Nome: V’triae Asera Liege

Título/Apelido: Fantasma, Bruxa, Aquela que traz infortúnios

Motivação: Ser a feiticeira mais poderosa do mundo, temida e respeitada, assim como um farol para aqueles que buscam conhecimentos.

Natureza: -



Equipamentos Possuídos: Espada, livros e poções

Equipamentos carregados: Sua fiel espada, assim como objetos para uso de magia.



Peculiaridades: Sua pele é bronzeada, com o cabelo loiro, com nuances em prata. Seus olhos são verdes e possuem uma estranha chama dentro deles, causando medo aos mais supersticiosos.
Não diz seu nome verdadeiro a ninguém, sendo conhecida por suas alcunhas.
Não se sabe porque, mas V'triae tem uma aura amedrontadora a seu redor, semelhante a um gato preto para os medrosos.

Familiares/Contatos: Sozinha.

Mestre/Tutor: -

Inimigos/Rivais:-


Imagem do Personagem:



Vestuário: Roupas de boa qualidade, mas surradas devido a longas viagens e caminhadas

Profissão: Estudiosa / Feiticeira

Gosta de: História de terror, céus estrelados, noite, mistérios

Não Gosta de: Dia, gente intrometida, que duvidem dela, entrem em seu caminho

Personalidade: Irônica, muitas vezes perde amigos por falar o que não deveria. Porém, por baixo do jeito durão e sem papas na língua, há uma pessoa um tanto dócil, disposta a ajudar quem ela considera “digno”. (Até ela te achar digno, é outra história).

Falha de Caráter/Tragédia/Loucura/Fraqueza: Muitas pessoas poderiam dizer que Asera é egoísta é um tanto alheia aos problemas dos outros. Porém, há relances de lealdade e preocupação, se a pessoa estiver realmente disposta a passar por toda a camada irônica e antipática.

Mote: Calma, criança... Apenas mais um pouquinho de dor e estamos resolvidas!



História/Momentos Histórico:

-Essa criança é a criança mais estranha que eu já vi.

-Olhe a pele dela!

-Com quem você andou transando?

Os olhos da jovem mãe pularam de uma mulher para a outra. Ela não poderia responder àquelas perguntas. Ela não sabia. Não se lembrava O que aconteceu? Ela era casada, tinha um bom marido, estava feliz com a sua quinta gravidez. Não era para ser assim. Ela sequer procurava outro homem além de seu marido...

- O que você vai fazer com isso? - a voz amarga de sua mãe soou. Seus olhos eram cruéis.

Ela teve vontade de chorar, mas segurou as lágrimas.

-Eu...Eu não sei...

O vento uivava fora da cabana. Os utensílios da cozinha balançavam. Ela estava com medo.

-Dê para a mulher do Lago.

Todos os olhos saltaram para a velha sem dentes e de expressão como pedra. Ela falou de novo, com dureza na voz.

-Dê para a mulher do Lago.

A jovem mãe abraçou sua criança e chorou. Não queria se separar. Era seu bebê.

Uma rajada de vento mais forte. A criança foi arrancada de suas mãos. Ela gritou e chorou, mas nada pôde ser feito.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Na noite mais escura do ano, Asera nasceu. Nasceu e foi arrancada dos braços de sua mãe pela própria avó.
Foi abandonada nas margens de um lago onde nada crescia. Foi deixada lá para morrer.

Mas a Mulher do Lago foi gentil. Ela pegou a criança no colo e olhou seus olhos prata. Olhos de um monstro.

Ela deu o que parecia ser um sorriso. Aquela criança sobreviveria. E ela e sua irmandade ensinariam a ela tudo o que sabiam.

E o vento fez a floresta cantar.

Valkyrja
Usuário
Usuário

Zodíaco : Libra

Mensagens : 376
Data de inscrição : 06/07/2009
Idade : 30

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criação de Personagens

Mensagem por MR, Léo em Qua Fev 03 2016, 10:55

Nome: Hayato

Título/Apelido: O Herege

Motivação: Reencontrar a Chama Fria e seus (tormentos) segredos

Intimacies:
[+] Mulheres fortes
[+] Fogo
[+] Underworld (Fascínio)

[-] Tortura
[-] Underworld (Terror)


Casta:

Anima:


Equipamentos Possuídos: Depois de desertar, possui apenas o que carrega. O que adquire é normalmente descartável.

Equipamentos carregados: Manto com capuz, Duas Ninja-to embainhadas nas costas; Um Hankyu (Arco Curto) e flechas; Quatro Kunai ocultadas no manto; Mochila com Kit básico de herbalismo para produzir venenos simples e Kit de escalada.



Peculiaridades: Sempre foi apático aos sentimentos e tormentos dos outros. Depois do vício em ópio (é necessário sair um pouco do mundo pra entender as coisas) se tornou ainda mais indiferente no semblante. As palavras soam distantes, calmas, desinteressadas. Sempre num tom sereno e baixo.

Familiares/Contatos: Havia pessoas aqui e ali, mas não confia em ninguém.

Mestre/Tutor: Havia uma mulher...

Inimigos/Rivais: Ele mesmo nunca levou nada pelo lado pessoal, mas nem todo mundo é tão inteligente.




Descrição: Cabelos longos, lisos e negros; barba por fazer; postura levemente encurvada devido ao costume de caminhar furtivamente.

Vestuário:
Roupas justas para manter a fluidez dos movimentos, normalmente de couro para dar ao menos alguma proteção.
Para combate, mantém os hábitos da Liga em utilizar cotas leves entre as camadas de roupa.
Costuma vestir um capuz para evitar reconhecimentos diretos.

Profissão: ex-espião/assassino

Gosta de: Ópio

Não Gosta de:

Personalidade: Carrega o paradoxo do exército de Lookshy e da boemia de Nexus dentro de si. Graças ao seu flerte com a insanidade, esses pólos podem ser alcançados em segundos, partindo de um sorriso convidativo à ameaça armada.

Falha de Caráter/Tragédia/Loucura/Fraqueza: Insanidade (Sentiu a morte mais perto do que a maioria das pessoas... vivas e mortas)

Mote: Acho que vamos precisar de uns drinks (ou algo mais forte) para esquecer disso...



Descrição dos Equipamentos:



História/Momentos Históricos:

[em elaboração! retorne em breve]

MR, Léo
Usuário
Usuário

Zodíaco : Escorpião

Mensagens : 214
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 30
Localização : Sampa!

Sheet
DV/MDV: (Parry) 5/5
Health Levels: (Lethal) 5/7
Acc/SoakL/Ess/EssP: 11/6/16-16/22-37

http://www.facebook.com/leo.morali

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Criação de Personagens

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum