Gethamane

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por O Zelador em Ter Ago 21 2012, 19:59

O membro 'Dønø_da_Wyrm' realizou a seguinte ação: Roll

'D10' : 6, 4, 3, 1, 10, 6, 3
avatar
O Zelador
Administrador
Administrador

Zodíaco : Áries

Mensagens : 189
Data de inscrição : 05/07/2009
Idade : 27

http://aboveandbeyond.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por MR, Léo em Sex Ago 24 2012, 10:56

Conforme o planejado, Alexander se distanciara de seus irmãos do Legado para observar os homens em treinamento, juntamento com os comandantes.

- Golden Stag, mostre-me seus homens. Em breve, o nome de cada soldado de Gethamane será fixado gloriosamente na história do Norte.
Syrus, por que não nos acompanha para conhecer seus dez bravos? Embora ainda permaneça a oferta de ir com 20, para um fechamento mais certo do corredor, tenho certeza que será bom para os homens vê-lo e sentir o poder que impedirá o avanço inimigo e que nos trará glória e vitória.


Inicialmente, ele observaria os homens analiticamente.
Então, com Golden Stag ao seu lado e os Capitães do Norte e do Sul, iria falar e demonstrar aos homens como cada um deveria proceder, como cada escudo de cada soldado salvaria a vida do irmão ao seu lado, como cada linha protegeria toda a cidade e como a troca rápida das linhas de frente manteriam o exército com forças para manter este cerco e impedir o avanço dos bárbaros desordenados.
Em suma, mostraria como uma boa defesa resultaria num ataque preciso e que os inimigos iriam se cansar e cair enquanto nós iríamos triunfar e manter posição.
Também falaria com a equipe de concussão e juntos analisariam as medidas de proteção dos atiradores e também o ângulo perfeito para atacarem sem infligir dano aos aliados.

Cada soldado, invariavelmente, seria capaz de sentir como Alexander ficava confortável ali, entre os homens de armas.
Sentiriam que aquele era o local em que pertencia, veriam em seus olhos a determinação, a força, a inspiração, a vontade de lutar, de resistir e o quanto sua alma, sua essência, estava em torno deles.
Agora, havia apenas o desespero da guerra, mas isso iria alterar-se...
A Ordem guiaria a todos e suas lâminas brilhariam e cortariam como uma.

[First Eternal Punishment Excellency - Essence Overwhelming: 4 motes gastos para impor respeito, admiração e coragem.]
avatar
MR, Léo
Usuário
Usuário

Zodíaco : Escorpião

Mensagens : 214
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 31
Localização : Sampa!

Sheet
DV/MDV: (Parry) 5/5
Health Levels: (Lethal) 5/7
Acc/SoakL/Ess/EssP: 11/6/16-16/22-37

http://www.facebook.com/leo.morali

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por O Zelador em Sex Ago 24 2012, 10:56

O membro 'MR, Léo' realizou a seguinte ação: Roll

'D10' : 7, 5, 2, 10, 7, 2, 6, 2, 4, 3

_________________
LINKS IMPORTANTES

[Somente administradores podem ver este link]
[Somente administradores podem ver este link]
[Somente administradores podem ver este link]
avatar
O Zelador
Administrador
Administrador

Zodíaco : Áries

Mensagens : 189
Data de inscrição : 05/07/2009
Idade : 27

http://aboveandbeyond.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por 25Slash7 em Sab Ago 25 2012, 11:56

Efeitos:

Alfadur: Não conseguiu obter o piche da guilda.
Alexander: Bônus de +1 para o Morale das tropas.
avatar
25Slash7
Administrador
Administrador

Zodíaco : Peixes

Mensagens : 692
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por 25Slash7 em Sab Ago 25 2012, 13:50

GETHAMANE

Commanding Officer: Alexander
Armor Color: Vermelha. No escudo há uma imagem de uma montanha em meio a um campo vermelho.
Situação Geral: 20 soldados, com armadura lamellar e elmo. Dez carregam machados, dez carregam picaretas. Escudo.
Overall Quality: Elite
Magnitude: 2
Drill: 3

Close Combat Attack: 4
Close Combat Damage: 3

Ranged Attack: —
Ranged Damage: —

Endurance: 7 Might: 1 Armor: 2 (-3 mobility)

Morale: 4(+1)



Para aqueles soldados, olhar para o lado de fora, além dos portões de Gethamane, era como encarar um abismo caótico e denso. Um abismo com tantas variáveis, tantas incertezas que, dificilmente, valeria a pena o risco de sair de além daquela zona de conforto. As paredes de pedra e aço, metal e cristal eram como um alívio, um conforto no meio de tudo aquilo.

Quando os primeiros caçadores retornaram com notícias de Fal Grey, o Protetor do Norte, Chefe Guerreiro de Todas as Tribos, os homens de Gethamane caminharam em direção ao que seria, talvez, a sua mais importante luta. Alguns, tinham fé que o grande portão não cairia. Outros, por sua vez, temiam e viram seu sono ser levado na noite anterior por receio de que, finalmente, havia surgido alguém capaz de tal feito.

Todos os guardas apresentaram-se aos seus postos. 5.000 homens fortes, 5.000 vidas dispostas a morrer pela liberdade do "Santuário", da Cidade Sob a Montanha. "São tempos de guerra" diriam os mais velhos, sem se lembrarem quando foi a última vez que não estiveram em guerra.

Golden Stag e Syrus caminharam lado a lado na direção dos escolhidos, antes de partirem em direção ao portão sul.

- Vocês me colocaram do lado do maluco que quer lutar com apenas 20 homens?! HAHAH! Que divertido!

- 10 homens.

- 20! Se algo acontecer com você, não quero assumir o seu lugar.

Os dois homens riram. Golden Stag bateu com a mão pesada no peito de Syrus, que apenas fez um sinal complacente com a cabeça. Havia, afinal, concordado com a idéia. Logo em seguida, Mindros era quem chegava perto, com um elmo pesado e rústico enfiado na cabeça.

- 590 homens. Contados e pronto.

590 homens. 590 vidas. Syrus, o Lobo Esquecido, sentiu, após tanto tempo, o peso de vidas alheias sobre seus ombros. Cada falha que ele cometesse, seria uma vida que se perderia. Cada falha, cada erro, seria uma nova cicatriz em sua alma já amargurada e maltratada pelo tempo. Diante daqueles pensamentos, só lhe restou sorrir para os seus companheiros.

- Acho que isso faz de nós, homens prontos, não é?

Em seguida, voltou-se para o Legado e gesticulou a cabeça em cumprimento.

- Imperatriz... - ele sussurrou e curvou o rosto. Em seguida, deu as costas, afastando-se em direção ao corredor sul. Se aquele fosse um bom dia, talvez ele estaria lá, novamente, quando a Madona Argentea se colocasse no céu.

[Somente administradores podem ver esta imagem]



20 mil bárbaros. 20 mil homens de armas. Foi esse o contingente que se aproximou de Gethamane no meio da madrugada. 20 mil. E relatos diziam que outros 10 mil aproximavam-se pelo sul.

Diferente do que era de se esperar, aqueles bárbaros movimentavam-se como soldados treinados, com anos e anos de experiência e combate. O movimento era uniforme, silencioso, quase... religioso. Eram fileiras Formaram 10 fileiras de 2.000 homens, o suficiente para cobrir o horizonte que se mostrava a frente dos Gethamanianos. Do lado de fora, estavam Alfadur e Alexander. Sho adiantou-se.

- Eu não acredito que ele aceite qualquer coisa além da rendição... - o homem suspirou. - Não vejo armas de cerco... ele deve estar planejando algo. Nós aguardaremos do lado de dentro, caso eles avancem, não sejam tolos... recuem para dentro. Chamem e eu abrirei o portão.

E então, voltou-se em direção ao portão e passou por ele. Em 2 minutos, o portão havia sido fechado pelos mecanismos internos.

Silêncio. Após o portão ser fechado, isso foi tudo o que pôde ser ouvido. Apenas o ar causticante de uma batalha iminente, o silêncio que precede um massacre. Os bárbaros, a legião de protetores do norte, permaneciam inertes, como estátuas de gelo coberto por aço, algodão e peles de animais. Carregavam lanças e suas vestes eram de tom negro, adornado pelo vermelho e o branco.

Então, do centro daquele exército, uma fileira deu um passo para trás e um para o lado, abrindo um corredor de dentro dele...

... de dentro daquele corredor emergiu a imagem de uma mulher.




[Somente administradores podem ver esta imagem]

Os passos eram graciosos, lentos, quase calculados. Infantis. Trazia em sua face um sorriso sereno, confiante. Ela caminhou por aquele trajeto e cada passo que ela deu, mais a presença do sol se fez, com os raios do sol sempre um centímetro atrás de sua passada. E, quando ela parou, também parou o avanço da luz. E quando ela parou, toda a tropa de Fal Grey estava iluminada pelo olhar zeloso do Sol Inconquistado.

Um estrondo. E todos os bárbaros gritaram, em uníssono "Ó Mãe de Todas as Tribos, Abençoa-nos".

O grito de 30 mil homens, do norte e do sul, fez gelar o coração dos gethamanianos dentro dos corredores.

- Crianças...

Sua voz era aveludada. Cada sílaba era acompanhada pelo entonar de sinos espirituais. Seus gestos, contidos, fluídos, carregavam a leveza do Sol, enquanto que em sua testa, o símbolo do Zênite brilhava como se fosse o próprio Ignis Divinis que ali estivesse. Alfadur e Alexander sentiam um certo incômodo naquilo, como se a mera presença delas fosse capaz de afugentar o que quer que eles fossem.

- Abram os portões e nos deixe passar. Prometemos paz. Aqueles que quiserem unir-se a nós, serão permitidos, os demais, deverão afastar-se do santuário para todo o sempre.

Ainda que estivesse a cerca de quinhentos metros de distância, sua voz era ouvida com clareza cristalina. Pelo momento, não havia sinal de Fal Grey.
avatar
25Slash7
Administrador
Administrador

Zodíaco : Peixes

Mensagens : 692
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por Niume em Dom Ago 26 2012, 19:56

Niume afastou-se do grupo muito antes do que teria sido realmente necessário. Carregava consigo apenas a armadura que já tinha desde o ultimo combate e a espada dada por Alfadur, embora duvidasse ela fosse ter alguma utilidade, se chegasse ao ponto de ter de usa-la. A caminhada rumo ao pico da montanha foi lenta para ela que subiu passo a passo, como se a cada um deles renovasse o pedido que tinha feito aos deuses desde que havia aberto os olhos para aquele que podia ser o ultimo dia.

-Que os deuses sejam justos. Que eles protejam nossas almas, deem forças a nossas armas, multipliquem nossos números. Que sejam misericordiosos......

Sussurrava para si mesma a cada minuto. As vezes mudava uma palavra ou outra. Por dentro, bem no fundo, ela sabia que os deuses nada tinham com aquilo, que nada fariam, por lado algum. Não passavam de peões que tinham a liberdade de mover-se como quisessem para o divertimento de seus criadores. Porque então deixar o destino nas mãos de deuses? O destino estava nas mãos dela agora e nas mãos de cada um la em baixo, dentro ou fora da montanha. O destino seria escrito por eles aquele dia, de uma forma ou de outra. Pedir misericórdia e força, fosse talvez a forma que ela encontrava para acalmar seu peito e respirar, para distrair a mente nas horas que faltavam.

Preocupava-se com todos lá em baixo, aqueles que enfrentariam corpo a corpo o inimigo, em especial, preocupava-se com Alfadur do lado de fora, e com Syrus do lado de dentro. Pedia por eles acima de tudo, mesmo que não fossem capazes de proteger Gethamane, que ficassem vivos. Balançou a cabeça negativamente e de forma violenta, negando, iam conseguir.

Niume subiu o mais alto que achou necessário. Observou a vegetação ali e o campo a frente. A distancia era o suficiente, imaginou. Achou um canto onde pudesse se sentar e esconder-se com a vegetação baixa e apenas esperou. Não saberia dizer por quanto tempo, soube apenas sobre o gelo que lhe subiu a espinha quando os milhares de bárbaros apareceram no horizonte. Muito mais alinhados do que ela jamais imaginou que um bárbaro seria capaz. Não eram bárbaros... eram um exercito. Os homens abriram espaço e deram lugar a Fal... Não... Niume apertou os olhos e logo se arregalaram levemente, antes de cerrarem-se.

-Maldito...

Rosnou ao ver Samae. Só podia ser ela, como Vaan havia dito e bem como havia passado pela cabeça da Solar. O que quer que houvesse ali, era importante o suficiente para que ela e Fal Grey viessem juntos. Ela ainda não o via, mas tinha certeza de que ele estava ali.

A guerreira nada disse ao ouvi-la, calou os próprios pensamentos. “Prometemos paz”. Bastava olhar para o enorme contingente atrás dela, paz era a ultima coisa que teriam ali, mesmo se abrissem os portões. Em silencio Niume apenas esperou. Se Samae receberia ou não uma resposta, não seria dela. Tinha apenas que esperar a hora de atacar.
avatar
Niume
Usuário
Usuário

Mensagens : 111
Data de inscrição : 02/02/2012

Sheet
DV/MDV: (Dodge) 6/5
Health Levels: (Lethal) 2/7
Acc/SoakL/Ess/EssP: 13/2/16-16/37-37

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por Dønø_da_Wyrm em Ter Ago 28 2012, 19:53

Finalmente chegava a hora derradeira, o mais terrivel combate que aquele grupo já presenciara e que participaria até então, ao menos, naquela Era. Alfadur apenas concordava com a cabeça enquanto o portão era fechado atrás de si. Ao seu lado, ao menos assim esperava, estava Alexander e seus soldados. Niume se posicionaria em local privilegiado na montanha e agora restava esperar pelo inimigo.

Naquele front, 3 Escolhidos ainda sem muita experiencia e do outro lado uma multidão de inimigos. O plano era simples... Alexander e Alfadur precisariam conter o inimigo e assim permitirem que Niume lançasse sobre ele o ataque final. Fal Grey não aparecia, mas talvez isto já fosse esperado ou imaginado. Aquela era a tal Samae, que alguns até pensaram ser uma prisioneira de Fal Grey, mas parecia muito mais uma companheira do bárbaro louco.

- Não haverá paz... - Murmurou Alfadur consigo mesmo enquanto cerrava os olhos ao sentir aquela presença celestial que parecia feri-lo por dentro. Mas... ele acabaria por sorrir e mais uma vez falaria consigo mesmo. - Isto o incomoda? O que acha de encerrar o que nos incomoda? - Falou de novo consigo mesmo, como quem conversava com seu passageiro maldito, pois sabia que aquela alma em Trevas dentro de si sofria pela presença de Samae com toda sua pureza. Eles tinham que lutar, por seu ideal, por toda aquela gente dentro da montanha, por si mesmos.

Alfadur abria as asas e deixava sua essencia fluir como quem aceitasse aquele estranho legado profano. Era certo que ele já se acostumara com aquilo e embora suas motivações fossem boas naquela guerra, elas eram dele... de uma forma que podia se tornar egoísta em pouco tempo. Sua estranha armadura feita da essencia mais pura da Wyld reluzia como uma jóia confiscada das mãos de um dos senhores do caos com suas cores misturando-se ao seu Anima que revelava a presença do Arauto das Infinitas Criações. Se Samae podia encantar a todos com sua pureza quase divina, Alfadur também parecia disposto a impor sua vontade e sua presença naquele campo. Com seus olhos cerrados ele fitava a multidão de soldados inimigos e também a lider daquele exército. Cerrava os punhos e por alguns instantes o ar parecia tremular ao seu redor e até mesmo o solo que pisavam parecia querer se mover. Sua essência fluía de forma mais intensa e o símbolo profano em sua fronte brilhava enquanto ele dava um passo à frente como quem esperasse a hora de atacar sem deixar de confrontar seus inimigos.
----------------

CHARMS: Mind Hand Manipulation (gasta 20 motes)

GOSSAMER SUPER HEAVY PLATE ARMOR: Soak 13L/13B, Hardness 0, Fatigue 0, Monility 0
avatar
Dønø_da_Wyrm
Usuário
Usuário

Zodíaco : Capricórnio

Mensagens : 214
Data de inscrição : 02/05/2010
Idade : 36

Sheet
DV/MDV: (Dodge) 6/7
Health Levels: (Lethal) 1/7
Acc/SoakL/Ess/EssP: 5/1/0-0/54-54

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por MR, Léo em Sex Ago 31 2012, 18:50

Alexander observava cuidadosamente cada gesto.
Buscava o sinal. Buscava compreender além do visível. Precisava que seus olhos enxergassem além do possível.

- De fato... Eles devem ter algum plano.
Poderia ser algum traidor de dentro para abrir os portões? Ou talvez as Guardiãs do Norte os auxiliarão nesta baralha?


Falava consigo mesmo e com Alfadur. Precisava conectar as últimas linhas deste combate. Claramente, havia algum plano oblíquo nesta invasão.
Lembrava-se de seu primeiro combate com os bárbaros... Como eles permaneceram organizados pela presença de Fal Grey e como eles caíram com aquela violência animalesca sobre os Escolhidos...
4 bárbaros para cada um dos nossos, por enquanto.
De acordo com o histórico dos combates diretos...

Fal Grey e Samae não estavam realmente em vantagem.

Um passo a frente, observava seus oponentes com determinação buscando ver qual seria seu próximo passo.
Ao ver o poder de Alfadur se expandir, Alexander instintivamente canalizou sua essência.
A luz verde em volta de seu corpo começava a se materializar em um terrível metal negro e horripilante.
[Viridian Legend Exoskeleton]
Ao passo que o Caos abraçava os céus por Alfadur, mil almas agonizantes berravam enquanto a armadura do Cavaleiro tomava forma em seu corpo, seu brilho nefando contra o Sol Inconquistado.
[Somente administradores podem ver esta imagem]

Quando o líder deu um passo a frente, Alexander o acompanhou, logo em seguida.
Olhava diretamente para Samae. Agora sentia ódio.
O brilho daquele Sol e a suposta inocência daquela voz e os movimentos daquela mulher o deixavam irritado.

Queria ver sangue sendo despejado...
...
Aguardou.
avatar
MR, Léo
Usuário
Usuário

Zodíaco : Escorpião

Mensagens : 214
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 31
Localização : Sampa!

Sheet
DV/MDV: (Parry) 5/5
Health Levels: (Lethal) 5/7
Acc/SoakL/Ess/EssP: 11/6/16-16/22-37

http://www.facebook.com/leo.morali

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Gethamane

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum