(Infernals) Arquitetos da Retomada

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

(Infernals) Arquitetos da Retomada

Mensagem por 25Slash7 em Qui Maio 03 2012, 14:30

Estou repostando essas informações que utilizei em um outro jogo que narrei, de infernais.
Não usem as informações aqui a ferro e fogo. Eu costumo alterar cenários oficiais e backgrounds com relativa facilidade. É apenas para terem uma idéia dos conceitos dos infernais.


- A Retomada. É assim que eles chamam...

O demônio permanecia de pé e encarava a imagem da mulher. Sabia que ela era aquela que deveria ocupar o lugar de capitã da guarda do próprio Dragão de Ébano ainda que, na verdade, sua exaltação viesse de Malfeas, A Cidade Demônio.

- Cada um dos arquitetos da Retomada criou a sua própria versão de Campeão. Cada um deles, transformou o seu desgraçado passado em uma versão divina de uma história deturpada e depravada. Castas. É assim que os 50 escolhidos para a Retomada são divididos, em castas. E cada Escolhido, além de fazer parte de uma casta, possui um Patrono Direto (O Yozi Responsável pela criação daquela casta) e um Patrono indireto (aquele que domina os seus instintos destrutivos).

CASTAS:


Casta: Slayers (Matadores)
Patrono:Malfeas, A Cidade Demônio
Destino: Violentos e Sanguinários, os Esquecidos são destinados a serem os Generais do inferno.

São os Guerreiros e os Generais do exército dos Yozis. Escolhidos por Malfeas (o agonizante e enfurecido Rei Demônio), eles lutam na frente do campo de batalha, seguindo a vontade de seus mestres exilados. São as versões distorcidas dos Solares do Alvorecer, verdadeiras máquinas de combate sádicas e destrutivas.

Cada um destes escolhidos é, naturalmente, um mestre do conflito e da violência. São tão aptos em liderar um exército quanto a encarar combates individuais. Normalmente são capazes de matar sem qualquer sentimento de misericórdia ou hesitação ainda que, contudo, não sejam amantes da destruição sem fundamento.

Exaltação: A Exaltação de um Slayer procura aqueles que podem lutar e que não mostram respeito por honra e hierarquia, objetivando, apenas, a vitória.
Associações: Tigres, Terra, cor Verde, Demônios que descendem do Malfeas, Bronze.
Alcunha: Filhos da Cidade Demônio, Doombringers, Tigres de Latão, Espadas do Inferno, os Esquecidos.
Mote: Esconder-se é inútil. Você fede a medo.







Casta: Malefactor (Malfeitores)
Patrono:Cecelyne
Destino: Hipnóticos e fanáticos, os Blasfemos são destinados a serem os reis-sacerdotes do Inferno.

São os reis-sacerdotes que servem a Yozi chamada de Ceceylne (o deserto infindável que cerca a cidade demoníaca Malfeas). Seus escolhidos, como sua patrona, tendem a ser caprichosos, orgulhosos e abusivos e são eles que levam e espalham a lei infernal.

Como suas contrapartes, os Zênites, Malefactors possuem uma aptidão natural de carisma e liderança. Contudo, onde aqueles semeiam o virtuosismo, estes semeiam um culto de suas próprias personalidades. Cecelyne, orgulhosa como é, não permitiria que sua benção fosse estendida aos fracos.

Ela passa aos seus escolhidos a sensação de que justiça é determinada por aqueles que a nomeiam e determinam o que sejam.

Exaltação: A Exaltação dos Malefactors procura apenas estes que são orgulhosos e egoístas. Normalmente, uma capacidade latente de liderar existe nestes escolhidos, ainda que tendam a tornar-se verdadeiros ditadores e fascistas.
Associações: Chacais, Areia, A estação do Fogo, Amarelo, Ouro, Demônios que Descendem de Cecelyne.
Alcunha: Crianças do Deserto Infindável, Trovões Infernal, Búfalos de Quartzo, Martelos do Inferno.
Mote: Esconder-se é inútil. Você fede a medo.








Casta: Defiler (Profanadores)
Patrono: She Who Lives In Her Name
Destino: Brilhantes e depravados, os Impuros são destinados a remodelar a Criação como visionários do Inferno.

Sábios e sacerdotes dos Infernais, os Defilers servem à brilhante e inquisitiva She Who Lives in Her Name (que incorpora a hierarquia e a lei do Reino Demônio). Como ela, possuem verdadeiros insights que os tornam capazes de influenciar o mundo a sua volta.

Estes escolhidos são os acadêmicos que irão reconstruir a Criação à imagem do que os Yozis desejam. São eles, a contraparte dos escolhidos do Crepúsculo, que compreendem a verdade de sua patrona em um nível fundamental. Compreendem que a Criação, assim como todo o restante, deve ser reparada e, caso isso não seja possível, despedaçada e resposta.

Em suas existências como mortais, Defilers normalmente foram traídos ou rejeitados pelo mundo a sua volta. Alguns tiveram idéias inovativas e foram tratados como hereges. Outros simplesmente tentaram viver vidas de fúria silenciosa, intuitivamente percebendo cada oportunidade perdida ou negada.

Exaltação: A Exaltação dos Defilers escolhem esses que querem mudar o mundo, indiferente as conseqüência. Tendem a simplesmente ignorar qualquer tipo de grilhão moral que os impeça de utilizar o seu conhecimento.
Associações: Corujas, Fogo, Vidro, A estação da água, cor branca, os demônios que descendem de She Who Lives in Her Name.
Alcunha: Crianças do Princípio da Hierarquia, Raio Infernal, Aranhas de Vidro, Flechas Infernais, Os Impuros.
Mote: Verdadeira genialidade não conhece limites.







Casta: Scourge (Flagelos)
Patrono:Adorjan
Destino: Mestres enlouquecidos da furtividade e enganação. Os Miseráveis são destinados a assassinar silenciosamente como enviados de Adorjan.

Espiões e Assassinos que servem Adorjan, o insano vento silenciosa que sopra sobre o Malfeas. Como seu patrono, estes escolhidos tendem a ser extremamente velozes e furtivos e caminham no mesmo limite de sanidade que Adorjan já trespassou a muito tempo.

Enquanto os outros Príncipes do Sol Verde foram criados para expandir algum conceito metafísico de seus patronos - seja a destruição, dominação, conformidade ou corrupção - Adorjan sofre da falta de coerência de um propósito. Seus desejos mudam de uma hora para a outra, ainda que a intensidade de suas paixões nunca esmoreça.

Muitos Flagelos provêm de antecedentes criminosos, enquanto outros são acadêmicos secretivos ou desonestas cortesãs.

Exaltação: A Exaltação dos Scourge prefere estes que, de alguma forma, beiram o limiar da sanidade. Por outro lado, a qualidade absolutamente necessária é a total ausência de medo da morte. Seja causar ou sofrer.
Associações: Urubus, Ventos, Basalto, A Estação do Ar, a Cor Vermelho, os demônios que descendem de Adorjan.
Alcunha: Crianças do Vento Silencioso, Hushbringers, Lobos de Basalto, Adagas do Inferno, Os Miseráveis.
Mote: O momento de atacar se aproxima. Lembrem-se homens... nenhum som e nenhum sobrevivente.







Casta: Fiend (Demônios)
Patrono:Ebon Dragon
Destino: Manipuladores da diplomacia e das emoções, os Enganadores são destinados a moldar a sociedade divina e mortal de uma forma que alcance os propósitos dos advogados infernais.

O Dragão de Ébano, a eterna entidade que incorpora a escuridão do Reino Demoníaco e cuja presente forma é a sombra daquela entidade que um dia ele foi, é o principal arquiteto da retomada. Quando Primordial, foi ele quem ajudou a planejar o destino e a própria Criação. Foi ele o inventor da traição.

O típico demônio provém dentre aqueles que desafiam as tradicionais convenções sociais e moralidade. O Dragão de Ébano espera que, da mesma forma como ele rejeita a moralidade de Yu-Shan, vendo-a como um simples modo de controlar os humanos e mantê-los subservientes aos deuses, seus escolhidos façam o mesmo.

Assim como os membros da Casta do Eclipse, Fiends são escolhidos dentre aqueles habilidosos nas interações sociais, capazes de espalhar a malícia do Dragão de Ébano.

Como seu patrono, Fiends são os corruptores. Diplomatas, manipulativos, enganadores e péssimos em persuasão honesta. Os Fiend consideram a si mesmo como os primeiros entre os iguais.

Exaltação: Escolhe os habilidosos dançarinos dos palcos sociais e que não possuem problemas em mentir para conseguir o que querem.
Associações: Serpentes, Sombras, Obsídio, A Estação da Madeira, Calibração, a cor Preto, os demônios que descendem do Dragão de Ébano.
Alcunha: Crianças da Sombra de Todas as Coisas, Vozes Dissonantes, Falcões de Vitriol, Aljavas do Inferno, os Enganadores.
Mote: Nestes tempos de incerteza, o império pode fazer pouco para optar por um curso radical. Precisamos de uma deliberação mais proveitosa ao invés de optar por ações precipitadas.
avatar
25Slash7
Administrador
Administrador

Zodíaco : Peixes

Mensagens : 692
Data de inscrição : 09/07/2009
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum